Remarketing no Facebook Ads – Como Criar?

Você já se sentiu perseguido por anúncios na internet? Esse tipo de anúncio é conhecido como Remarketing, ou Retargeting. Um recurso muito interessante para quem anúncia no Facebook, é a nova possibilidade de criar listas de remarketing sem a utilização de plataformas do Facebook Exchange ou FBX, seu uso se dá através da utilização de Custom Audiences. Para mostrar a sua utilização irei utilizar o Facebook Power Editor , que é a ferramenta de gerenciamento de anúncios do Facebook.

Primeiro Passo

Para criar sua lista de remarketing, vá até o menu do PowerEditor e clique no item Custom Audiences.

Como Visualizar Linked Data com R

Minha dissertação de mestrado possui três pilares principais, são eles: Linked data, Software Engineering e Social Network Analysis. Para o o resultado, eu precisarei fazer análises em redes formadas por dados de engenharia de software que estão no formato linekd data (web semântica) e para isso, escolhi utilizar o Gephi, e também a linguagem R.

Nesse post vou mostrar como fazer uma query SPARQL em um endpoint e manipular esses dados (RDF) utilizando R. Para este tutorial, vamos visualizar a densidade populacional do Braisl utilizando a DBpedia como fonte (http://dbpedia.org/page/Brazil).

Para esse tutorial, você irá precisar baixar os arquivos shapefiles do mapa do Brasil, que podem ser encontrados aqui: http://gadm.org/, além dos pacotes do R: maptools, akima e SPARQL.

Esquema de uma landing page perfeita para testes!

Lendo um blog achei um link bem interessante, um esquema de como criar uma landing page perfeitamente “testável” e dicas de como fazer essa landing page, está em inglês mas da pra entender (eu acho).

++ Click Image to Enlarge ++
The Blueprint for a Perfectly Testable Landing Page
Source: The Blueprint for a Perfectly Testable Landing Page Infographic

Mais de um banco de Dados no Codeigniter

Para usar mais de um banco de dados no Codeigniter é muito fácil! No arquivo config.php você pode configurar vários grupos de banco de dados por exemplo:

$db['default']['dsn']      = '';
$db['default']['hostname'] = 'localhost';
$db['default']['username'] = '';
$db['default']['password'] = '';
$db['default']['database'] = '';
$db['default']['dbdriver'] = 'mysql';
$db['default']['dbprefix'] = '';
$db['default']['pconnect'] = FALSE;
$db['default']['db_debug'] = TRUE;
$db['default']['cache_on'] = FALSE;
$db['default']['cachedir'] = '';
$db['default']['char_set'] = 'utf8';
$db['default']['dbcollat'] = 'utf8_general_ci';
$db['default']['swap_pre'] = '';
$db['default']['autoinit'] = TRUE;
$db['default']['stricton'] = FALSE;
$db['default']['failover'] = array();

$db['banco_2']['dsn']      = '';
$db['banco_2']['hostname'] = 'localhost';
$db['banco_2']['username'] = '';
$db['banco_2']['password'] = '';
$db['banco_2']['database'] = '';
$db['banco_2']['dbdriver'] = 'mysql';
$db['banco_2']['dbprefix'] = '';
$db['banco_2']['pconnect'] = FALSE;
$db['banco_2']['db_debug'] = TRUE;
$db['banco_2']['cache_on'] = FALSE;
$db['banco_2']['cachedir'] = '';
$db['banco_2']['char_set'] = 'utf8';
$db['banco_2']['dbcollat'] = 'utf8_general_ci';
$db['banco_2']['swap_pre'] = '';
$db['banco_2']['autoinit'] = TRUE;
$db['banco_2']['stricton'] = FALSE;
$db['banco_2']['failover'] = array();

O primeiro banco já vai ser carregado normalmente, como você usaria se fosse somente um, para utilizar o segundo é só executar o seguinte código:

$DB1 = $this->load->database('banco_2', TRUE);

E ao invés de usar o código $this->db->query() por exemplo você usária: $DB1->query()

$this->db->query();
$this->db->result();
etc...

//Use dessa forma!

$DB1->query();
$DB1->result();
etc...

MySql: Como Ignorar Foreign Key Constraints em Bancos InnoDB

Algumas vezes precisamos fazer uns inserts em teste e somos atrapalhados pelas foreign keys, que nos impedem de inserir dados na tabela para fins de teste, ou mesmo para repovoar a tabela inteira, em uma ordem diferente das chaves.

Existe uma variável de sessão chamada FOREIGN_KEY_CHECKS que permite ignorar as constraints de chave estrangeira em tabelas InnoDB. Esta variável também permite dar DROP TABLES, e outros comandos que seriam travados por chave estrangeiras.

Veja como usar a variável:

SET FOREIGN_KEY_CHECKS = 0;

SELECT @@FOREIGN_KEY_CHECKS;

SET FOREIGN_KEY_CHECKS = 1;

Desafio da MestreSEO – Katipsoi Zunontee

Olá a todos, este ano resolvi participar do 4 desafio da MestreSEO, o desafio funciona da seguinte forma: O pessoal da MestreSEO divulga uma keyword inexistente, algum termo inventado mesmo, e cria um contexto para este termo, ano passado foi um aplicativo para ipad que previa o tempo. Este ano a keyword é a palavra Katipsoi Zunontee, que é um bravo guerreiro Maia, que será a salvação da terra perante o apocalipse.

Este é um desafio bem interessante pois além de poder praticar um pouco mais meu seo, além dos blogs de adsense, onde haverá uma competição bem suja, e legal de participar, não há regras em relação a black hat, gray hat, etc. O que vale é estar na frente na data final do concurso onde o Fábio Ricotta irá verificar quem está em primeiro, e está pessoa levará o premio. Até o presente momento o premio é 6 meses de assinatura da ferramente da MestreSEO, a qual eu já tive a oportunidade de usar e realmente está ficando bem bacana e melhorando cada vez mais.

Qual a densidade ideal de uma palavra chave para seo?

Muito se falava sobre a densidade ideal de uma palavra chave, em uma página, para a mesma “rankear” bem nos mecanismos de busca. Porém a coisa não é bem assim, não existe uma fórmula mágica de seo, que você deve segui-la e irá fazer aquela palavra
SEO Acertando um Álvo ficar no topo de todos buscadores existentes.

Para se criar um bom texto para internet, ou seja, relevante para seu usuário e também para buscadores, deve-se sim ser levado em conta o posicionamento da palavra chave naquele texto em específico, porém deve ser feito de uma forma natural, e não forçada como esta teoria de densidade ideal sugere, se você conseguir passar este texto para outra pessoa e a mesma não ficar incomodada com o número de vezes que você usou sua palavra chave, então provavelmente você está no caminho certo, onde não somente criou um texto que será útil e relevante para seu leitor, como também para o buscador, por que no final os 2 querem a mesma coisa.

Como adicionar um novo painel ao WordPress usando Custom Post Types

Agora ficou ainda mais fácil, adicionar novos Write Panels, ao seu WordPress, a partir da versão 3.0 foi adicionado os Custom Post Types, ou seja tipos de posts(páginas), que ajudam você, desenvolvedor a personalizar de melhor forma o seu WordPress. Os Custom Post Types na minha opinião são umas das melhores coisas para se usar no WordPress atualmente, especialmente quando se usado como um CMS. Com esta prática, podemos cada vez mais deixar a interface mais fácil para nosso cliente, criando assim diferentes áreas para que o mesmo possa administrar seu website.

Como adicionar meta box a templates específicos no WordPress

Essa semana, durante o desenvolvimento de um novo projeto, me peguei precisando de uma coisa bastante específica dentro do WordPress, eu precisava adicionar um meta box para uma página, porém eu não queria que todas páginas do meu site tinham este metabox, então eu precisava de uma solução para adicionar este metabox a somente um template, ou seja, toda página dentro deste template teria este metabox em questão e aqui segue como eu fiz:

add_action('admin_init','adicionar_metabox_template');
function adicionar_metabox_template(){
        $post_id = $_GET['post'] ? $_GET['post'] : $_POST['post_ID'] ;
        $template_file = get_post_meta($post_id,'_wp_page_template',TRUE);

	// check for a template type
	if ($template_file == 'home.php')
	{
		add_meta_box('metabox_home', 'Dados Da home', 'funcao_callback_metabox', 'page', 'normal', 'high');
	}

}

Vários Snippets htacces para você!

Olá, hoje estou trazendo alguns snippets(pedaços de código) para htacces, neles estão incluídos pedaços de código para cache, gzip, redirecionamentos e etc.

Performance com htacces

# Desabilitar ETAGS
<FilesMatch "\\.(ico|pdf|flv|jpe?g?|png|gif|js|css|swf|txt|mp3|avi|mpe?g?|wmv)$">
 FileETag none


# Compressão de arquivos

 AddOutputFilterByType DEFLATE text/html text/plain text/xml text/css application/x-javascript
 BrowserMatch ^Mozilla/4 gzip-only-text/html
 BrowserMatch ^Mozilla/4\.0[678] no-gzip
 BrowserMatch \bMSIE !no-gzip !gzip-only-text/html